acompanhar

sexta-feira, 30 de março de 2012

Os conselhos da vida são imitados por todos os que temem não conseguir viver com ar suficiente




Os conselhos da vida são imitados por todos os que temem não conseguir viver com ar suficiente

(Marcos Henrique Henrique)



Olho nos olhos da morte, que me olha fraternalmente, e me diz que não é chegada minha hora. “Não, ainda não é hora de partir, fique um pouco mais e deixe seu sorriso amarelo registrado no livro de visitas” – Ela diz.

Meus olhos começaram a doer quando pude enxergar de verdade pela primeira vez.
Meu ventre paterno atrofiou, não tenho mais um feto para me fazer Companhia em noites sem conhaque. Só sinto frio agora.

Olho nos olhos da morte que ri, sabe que está acima do bem e do mau. É uma mensageira que nunca atrasa a correspondência, uma coletora, a guerreira que não conhece derrotas, com um vasto troféu de homens empalhados.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Acredito




Acredito

(Marcos Henrique Martins)

Não acredito em mitos;
Não acredito em paraísos perdidos;
Não acredito, quando olham para mim e sei que estão me omitindo;
Não acredito em discursos políticos;
Não acredito em verdades absolutas, nessas falácias que tentam nos aprisionar;
Não acredito.

Não acredito que os outros não mintam;
Não acredito que eu não possa me enganar;
Não acredito no dragão que se esconde na lua, apenas esperando a hora certa de se revelar;
Não acredito que eu não minto.

Não acredito em máquinas;
Não acredito que este poetar possa conter tudo o que enxergo ou sinto;
Não acredito que depois do nada há mais nada, e tudo até hoje por que passamos não nos serviu de nada;
Não acredito em lágrimas.

Eu... Acredito... Em você.

sexta-feira, 23 de março de 2012

De meu heterônimo (Deus e o diabo me odeiam)


Declaração
(Cecílio Martins)


Não posso mais viver sem você.
Tudo está escuro, mas quando te vejo ou o ouço, o belo fica mais belo, as flores mais cheirosas.

Não posso mais viver assim, te desejo como um novilho deseja a teta da mãe, mas sempre lhe é negado o leite, eu sei, assim como o amor me é negado. Só os homens o tem.

Fuja comigo! O paraíso não é tudo, podemos viver sem ele, o amor vai nos proteger, vem comigo e me faz teu. O amor eu disse...?

...Tudo em vão, tudo é só uma forma de prisão, meu amor ficara comigo e morrera só, como eu.

Meu amado sem rosto, como gostaria de beijar-lhe a boca e sentir você dentro de mim, mas me foi negado o amor, só me restou o desejo como forma de castigo.

Recife 05 de dezembro de 1932.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Entrevista!


Olá amigos! Dei uma entrevista ao blog A magia Real, sobre meu livro O Lado Avesso- Nornes, o Mago. Confiram um trechinho. Quem quiser continuar lendo, basta clicar aqui!



Abraços virtuais a todos!
Marcos Henrique.


1 - Quem é Marcos Henrique Matos?
Marcos Henrique é um recifense que pensava que o céu fosse perto no mundo artístico, quando montou sua banda ainda no século passado, no longínquo ano de 1998 e que terminou seu sonho de ser musico em meados de 2006. Porém, o sonho de ser escritor, ele nunca abandonou.

Comecei escrevendo fragmentos de poemas aos 16 anos, hoje tenho 34 e de lá para cá aprendi muita coisa e quebrei muito a cabeça aprendendo que viver de arte no Brasil não é nada fácil.

Hoje em dia, sou estudante de jornalismo, trabalhos como assessoria, já escrevi muitos poemas, sempre em prosa, gosto mais da poesia em prosa e escrevi 5 livros, mas O Lado Avesso – Nornes, o Mago é meu primeiro livro lançado por uma editora.

2 - Como a ideia para o livro surgiu?
A ideia do livro surgiu do fato de brasileiro deixa tudo para última hora, eu explico. Sempre que vou escrever um livro, gosto de primeiro ficar imaginado ele em minha mente, pra ai, só depois começar a digitá-lo. Curto mais o processo de criação do que escrever, gosto de todo o caos que se forma em meu cérebro para poder criar personagens, ações, situações e por ai vai.

O Ministério da Cultura, não sei se ainda faz isso, mas antes fazia um concurso para criação de games, acho que isso foi entre 2005 e 2006, não lembro bem. O primeiro passo era escrever o que seria o jogo, e depois o jogo seria desenvolvido para quem vencesse o primeiro processo. Você criava o roteiro do jogo, recebia, na época, 30 mil reais e via seu jogo ser criado. Imaginei O Lado Avesso para ser um jogo, só que na hora de colocar tudo no papel, perdi o prazo porque deixei tudo para a última hora. Ah! Isso aconteceu por duas vezes.

Eu já tinha a base do que seria o roteiro do jogo, como não consegui mandar para o concurso do Ministério da Cultura deixei a ideia hibernando. Foi ai que em 2009, comecei a pensar em transformar o roteiro do jogo em livro, mas não queria fazer um livro igual a tantos outros de fantasia, queria uma coisa que o leitor do Brasil pudesse se identificar como também o leitor do Japão, por exemplo. Então, comecei a maquinar o que faria minha estória ter peculiaridades que outras não tinham. Foi ai que nasceu a ideia de misturar seres de nosso folclore como curupiras, caiporas e uma lenda da Ilha de Fernando de Noronha (Pernambuco), com dragões, elfos, entre outros seres fantásticos.

Depois de unir esses elementos, comecei a pesquisar nomes para meus personagens, porque um curupira não poderia ter um nome europeu, foi ai que me veio à ideia de utilizar algumas línguas indígenas para ser a língua dos curupiras e ai tive que fazer mais pesquisas. Depois de levantar todos os dados que precisava, comecei a imaginar como o livro seria, só depois comecei a escrever. Todo o meu processo criativo começa na imaginação, só depois de imaginar, imaginar e imaginar muito o universo que quero criar é que começo a escrever e os processos se fundem: a imaginação com a escrita.

E foi assim que a estória do livro nasceu.


Continua no blog: http://amagiareal.blogspot.com.br/2012/03/entrevista-marcos-henrique-matos.html

quarta-feira, 21 de março de 2012

Eu recomendo o blog: Marília Tasso

Quer saber tudo o que acontece nas séries de TV, filmes e literatura, então dá um ciber pulo no blog de Marília Tasso.



Beijos de peixe.


Beijos de peixe
(Kiss of fish)
(Marcos Henrique Martins)

Você nunca foi uma boa moça comigo e só me da esses beijos de peixe, eu sei, já entendi minha eternidade.

Só uma vez me diga quem é você.
Só uma noite me entre, me entregue a você.

Minha violência me viola, me mutila, mas continuo brincando com o desconhecido.

Não há perdão para perdoar, não a claridade sem escuridão, não a dor sem coração.

Só uma vez me diga quem é você.
Só uma noite me entre, me entregue a você.

Como todos que um dia partem; você me parte, me rasga, me mastiga, me vomita, me joga na latrina...

...E o céu continua sendo o céu, e o céu continua sendo azul, não bata para entrar,não entre..

segunda-feira, 19 de março de 2012

Descalço



Descalço
(Marcos Henrique Martins)



Andando descalço pelas ruas cobertas de cacos de vidros é bem mais fácil e mais sutil que olhar vocês. Nós nos demos bem na segunda vez...

Meus sentimentos expostos no chão, meu coração chora a doce ilusão.

Peito

Cordão

Meu coração.


Tudo vai passar eu sei, tudo passa, até essa condição de não ter você aqui, mas nunca te vi feliz é uma pena, deixa eu ver mais um amanhecer.

Esses versos fracos que faço, minha canção cansada, meu desespero por nada e tudo te dei.

Meus sentimentos expostos ao chão

Amor

Sangue

Pus

Cordão

Meu coração chora a doce ilusão, o paraíso perdido, tua lama, minha maldição.



sábado, 17 de março de 2012

Ele olhou para mim



Ele olhou para mim
(Marcos Hernique Martins)


Ele olhou para mim e chorou, suas lágrimas amargas de horror. Os dias são dias amargos quando estou só. Toda tempestade vem com um pouco de paz.

Nós sempre perdemos quando queremos ganhar;
Todos os sábios estão mortos e você o que faz?
E você o que fez?

Ela disse que sempre me amaria;
Seus olhos me diziam que não duraria mais que dois orgasmos;
Suas mãos tão geladas quanto o outono no deserto, me toca e me arrepio;
Meu espírito sempre soube que perderia.

Nós sempre perdemos quando queremos ganhar;
Todos os sábios estão mortos e você o que faz? E você o que fez?

Você o que faz?


O Lado Avesso - Nornes, o Mago. Na Livriaria Cultura

sexta-feira, 16 de março de 2012

quinta-feira, 15 de março de 2012

APED lança oportunidade para escritores

Editora publica livros sem sorteios ou concursos



Uma oportunidade para todos os escritores

Não é concurso, não é sorteio. Os originais serão escolhidos por sua qualidade e competência do autor.

A Aped irá realizar todas as etapas editoriais e gráfica e o autor será contemplado com 10 exemplares, e ainda terá o seu livro inserido no catálogo para venda nos sites das grandes livrarias.

Os autores que participarem desta avaliação e não forem contemplados, não devem ficar tristes. A Aped tem uma surpresa reservada para estes autores.

Se você deseja ter a sua obra avaliada e participar desta iniciativa da editora, envie o seu original para aped@wnetrj.com.br e coloque no assunto do email: Meu livro publicado pela Aped. Informe também o seu nome completo, idade e telefones para contato.

O primeiro livro escolhido será publicado no final do mês de abril. Então, não perca tempo, e envie logo o seu original.


> Saiba mais no site da Aped: www.apededitora.com.br

Fonte:http://www.revistafantastica.com.br/materias/materia.php?Cat=Outras&idMateria=129

quarta-feira, 14 de março de 2012

Fiquem espertos, pois está chegando: Componentes do infinito – A estrela do amanhã


Sinopse

Componentes do infinito – A estrela do amanhã é o primeiro tomo de um projeto constituído por três tomos onde os leitores conhecerão uma nova mitologia com personagens e características marcantes. Uma empolgante aventura de ficção cheia de ação e mistérios, onde uma civilização religiosa denominada Povos Quentes, oprimida no interior do planeta Terra, em um recinto conhecido como Terras de Dentro se aliou a descobridores alienígenas. Essa união provocou uma destruição em escala global e os homens foram escravizados.

Durante a ocupação caótica, um jovem com um estranho símbolo no rosto e de origem misteriosa chamado Reison iniciou uma jornada mortal nos países europeus em busca dos invasores alienígenas manifestando poderes excepcionais. Em sua incursão tortuosa encontrou a garota Tai Lay, perita em lutas. Obstinada ela acreditou em Reison e viu nos poderes dele a chance para tomarem de volta o seu lar.

Em meio à luta dos humanos pela sobrevivência, os Povos Quentes buscavam se adaptar a uma nova vida na superfície, longe das mazelas sofridas nas Terras de Dentro, enquanto seus ambiciosos aliados alienígenas lutavam entre si pelo controle das riquezas minerais desse planeta.

Nos Estados Unidos os últimos sobreviventes lutavam pela liberdade e os irmãos de criação Alice e Tom Cod desafiaram os invasores sendo amparados pelo renegado dos Povos Quentes, Muah. Posteriormente os três se juntaram a Reison e Tai Lay nessa aventura emocionante contra a horda de invasores alienígenas.


Biografia


Fábio Paulo dos Santos nasceu em 1982, residente na cidade de Ipatinga em Minas Gerais. Pós-graduado em Gestão Ambiental. Fã de cinema e literatura escreveu seus primeiros contos aos quinze anos de idade utilizando elementos de quadrinhos, mangás e literatura em geral. A partir de um desses contos criou os personagens e desenvolveu a história dos três tomos de Componentes do infinito – A estrela do amanhã, seu primeiro livro publicado pela editora Multifoco.


Contatos sociais

Facebook: http://www.facebook.com/StosFabio
Twitter: @StosFabio

O lançamento do livro será no dia 27 de março!

Conheça o site do autor:http://componentesdoinfinito.com.br/

Revelações



Revelações

(Marcos Henrique Martins)

Às vezes gostaria de ter um oráculo que me revelasse todos os passos corretos que preciso dar. Todas as estradas que precisaria trilhas, sem me perder, mas isso tornaria a vida uma coisa tão sem esperança e todos os profetas ficariam sem ter o que dizer. Nossos ouvidos não teriam mais serventia para o divino, pois seriamos patrões de nossos destinos.

Gosto das possibilidades da vida, mesmo que isso me deixe com vontade de gritar, mesmo que tenha vontade de chorar, perca minha fé, recupere minha fé, me perca mesmo, dentro e fora de mim. Mesmo que minhas rimas sejam imprecisas, pois na imprecisão é que está a verdadeira vida.

sábado, 10 de março de 2012

Eu recomendo o blog My Dream's World

Eu recomendo o blog My Dream's World de minha amiga Annie Stephanie. Lá você fica sabendo de todas as novidades literárias, música, séries, filmes e muito mais.

Dá uma cyber visita lá!

quinta-feira, 8 de março de 2012

Parabéns a todas as mulheres!


"Uma mulher bonita não é aquela de quem se elogiam as pernas ou os braços, mas aquela cuja inteira aparência é de tal beleza que não deixa possibilidades para admirar as partes isoladas".

Sêneca.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Meu livro impresso: O lado avesso - Nornes, o Mago já está na livraria cultura


Bom dia, boa tarde ou boa noite amigo, meus amigos!

Gostaria de informar a todos que meu livro O Lado Avesso - Nornes, o Mago, já está à venda na livraria cultura em seu formato impresso. Aqueles que quiserem adquirir um exemplar, basta clicar no link abaixo, ou se preferir, ligar ou ir para qualquer Livraria Cultura situada no planeta terra, pois ainda não existe uma além das estrelas.
Brincadeiras a parte. Comprando na livraria cultura e indo buscar o livro em uma de suas lojas não é incluso o valor do frete, não é legal?


Caso queiram ligar, ou ir a uma livraria cultura e fazer seu pedido, acho que essas informações vão ajudar a acharem o livro bem rápido, principalmente se vocês informarem o ISBN ao vendedor:

Titulo: O Lado Avesso – Nornes, o Mago
Autor: Marcos Henrique Matos (na capa tem apenas: Marcos Henrique)
ISBN: 978-85-7923-432-3
Editora: Baraúna.

Para os que ainda não sabem o que é “O Lado Avesso – Nornes, o Mago”. Para quem não sabe do que se trata meu livro basta ir visitar:http://www.facebook.com/pages/O-Lado-Avesso-Nornes-o-Mago/347336298623767, ou você vai me dizer que já imaginou um curupira montando num dragão alado?

Abraços virtuais!

terça-feira, 6 de março de 2012

Eu recomendo o blog: As palavras fugiram

Eu recomendo o blog: As palavras fugiram de Marta Safaneta, lá você fica sabendo das novidades do universo literários, além de ler poesia e contos. Vale a pena dar um cyber pulo lá.


segunda-feira, 5 de março de 2012

Revelação




Revelação

(Marcos Henrique Martins)

Uma revelação para um homem sem rumo
Sem futuro planejado
Sem passado memorável
Perdido em seu próprio quarto, em suas próprias palavras.

Sua fala não pode ser ouvida, é baixa, mínima. É insignificante, em relação à voz do trovão que amedronta tanto.

Palavras já me faltam
Perguntas - já não sei -
Respostas, eu espero de quem não sei se vem.

Quem são?
Como estão?
Aonde vamos?
A que chagamos?

Ficção seja bem vinda, pois você entendo bem
Para os que se acham salvos, eu digo, amém.

sábado, 3 de março de 2012

Feliz



Feliz

(Marcos Henique Martins)


Nunca te experimentei
Sempre te li em livros de fantasia
e soube de tua existência por dicionários
Mas nunca, nunca te senti.

sexta-feira, 2 de março de 2012

Bom dia, boa tarde ou boa noite!

Gostaria de recomendar a visita ao blog: A magia Real de minha amiga Elisandra. Lá você fica sabendo das novidades literárias, entrevistas e muito mais. Apreciem sem moderação!

Me ame




Me ame
(Marcos Henrique Martins)

Não me ame em cristo;
Não me ame crucificado;
Não me ame em espírito;
Não me ame e perdoe meus pecados.

Por hoje é só. Solidão que aflora, dentro de meu ser, que já está sonolento de mais para questionar vans filosofias.

Não me ame por parábolas;
Não me ame através de sacrifícios;
Não me ame e queira se matar.

Quantos ainda estão no portão do paraíso, decidindo se vão ou não entrar?
Quantos gritam e não são ouvidos, nessa terra longa e fosca, quente e podre, oca e surda, seus pulmões já a sangrar.
Quantos pedem por si e por outros em tempo de desilusão?
Quantos podem ser tocados por amargas – ilusão -.

Não me ame em vida;
Não me ame em morte;
Apenas, me ame como ser frágil e insignificante que sou;
Apenas, me ame como um ser humano, tão nobre e tão falho da forma exata que você me moldou.