acompanhar

sexta-feira, 23 de março de 2012

De meu heterônimo (Deus e o diabo me odeiam)


Declaração
(Cecílio Martins)


Não posso mais viver sem você.
Tudo está escuro, mas quando te vejo ou o ouço, o belo fica mais belo, as flores mais cheirosas.

Não posso mais viver assim, te desejo como um novilho deseja a teta da mãe, mas sempre lhe é negado o leite, eu sei, assim como o amor me é negado. Só os homens o tem.

Fuja comigo! O paraíso não é tudo, podemos viver sem ele, o amor vai nos proteger, vem comigo e me faz teu. O amor eu disse...?

...Tudo em vão, tudo é só uma forma de prisão, meu amor ficara comigo e morrera só, como eu.

Meu amado sem rosto, como gostaria de beijar-lhe a boca e sentir você dentro de mim, mas me foi negado o amor, só me restou o desejo como forma de castigo.

Recife 05 de dezembro de 1932.

2 comentários:

Annie Stephanie disse...

Oiiie,
Tem selinho pra você lá no blog!
Beijos *-*.

http://muchdreamer.blogspot.com.br/2012/03/selinho-3.html

Annie Stephanie disse...

Oiiie,
Tem selinho pra você lá no blog!
Beijos *-*.

http://muchdreamer.blogspot.com.br/2012/03/selinho-3.html